Google
 

Depilação

Publicado a 12 de Outubro de 2007 por admin | Publicado em Truques de Beleza. |

= depilação1

Nós gastamos por volta de 50 anos de nossas vidas a depilar pêlos indesejados. Desde os 15 anos de idade, quando começamos, até por volta dos 60 e tantos anos, quando normalmente paramos de nos depilar.

Os pêlos crescem aproximadamente 7mm por mês.

Nós nascemos com aproximadamente 3.000 a 4.000 folículos pilosos por polegada quadrada, o que dá um total de 2.000.000 de folículos pilosos em todo o corpo.

Nas pernas, nós temos aproximadamente 370.000 folículos pilosos, mas uma parte significativa destes folículos produz pêlos finos e sem cor.

Em média, uma mulher remove extraordinários 63 metros de pêlos num mês!

O comprimento do pêlo depende de uma série de factores, incluindo genética, lugar do corpo em que ele cresce, idade, alimentação e hormonas.

Os pêlos não crescem mais grossos conforme eles são rapados e pesquisas já comprovaram isso (sim, está comprovado!). Os pêlos individuais terminam numa ponta mais fina e geralmente com menos cor do que o restante da haste do pêlo, por isso ele é macio e fino ao toque. Quando o pêlo é cortado, esta ponta fina e macia desaparece para depois crescer com a mesma espessura da haste do pêlo anteriormente cortado – por esta razão ele parece mais grosso.

Os pêlos das axilas crescem duas vezes mais rápido que os da perna e crescem, ainda, em diferentes direcções.

Procure depilar-se à noite. A depilação remove as células mortas e a camada superficial da pele. Ainda que este processo seja saudável para a sua pele, ele também reduz as suas defesas por algumas horas. Se se depilar pela manhã, estará a expor a sua pele fragilizada aos elementos externos e sentirá menos conforto. Depilar-se à noite proporcionará à sua pele uma noite inteira para se recuperar e aumentar suas defesas para resistir à irritação.

Depile-se com a pele limpa. Procure não depilar qualquer parte de seu corpo sem que sua pele esteja devidamente limpa. Isto ajudará a prevenir infecções ou inchaços.

Utilize água quente ou depile-se após o banho. O vapor aumenta a elasticidade da pele e amolece o pêlo. A água quente realmente diminui a resistência do pêlo, o que pode aumentar a durabilidade da lâmina. O pêlo húmido é mais fácil de ser depilado.

Dê sempre um intervalo de 24 horas entre a depilação, banho de sol e ou bronzeamento artificial.

Use compressas de chá de camomila (fria) para acalmar a pele eventualmente irritada.

Nunca use roupas muito apertadas sobre a área recém depilada, porque a pele está sensível.

Nunca nade logo depois de se depilar, pois a água pode conter bactérias que tem mais facilidade de penetrar com os poros ainda abertos.

Nunca depile área que esteja com o dito “escaldão”. A pele pode sair junto com os pêlos.

Nunca depile áreas onde haja cortes ou ferimentos, porque você pode se magoar mais ainda ou provocar inflamações.
Evite se depilar durante a menstruação porque, neste período, ocorre uma retenção de líquidos no corpo e a pele fica mais sensível a dor.

A depilação é mais fácil se for realizada logo após o banho. Mas, não se esqueça de secar bem a pele antes de se depilar.

Não faça a depilação na véspera de ir para a piscina. Ao fazê-lo, está a potenciar uma irritação da pele, em virtude do cloro da água, que é nocivo para a mesma. Por isso, tente usar a máquina no dia seguinte à piscina

Faça a depilação DURANTE TODO O ANO, com cera, de modo a que, no Verão, os pêlos estejam fracos e cresçam em pequenas quantidades

MÉTODOS DE DEPILAÇÃO

Lâmina:
É muito importante ter leveza nas mãos e delicadeza no momento da depilação, pois é fácil obter cortes, ferimentos e uma grande irritação da pele.

Se no dia seguinte desejar continuar, este método não deve ser utilizado, pois a pele ficará cada vez mais irritada e os pêlos mais fortes.

É muito importante não passar a lâmina em áreas irritadas, porque poderá provocar inflamações da pele.

Vale a pena lembrar que a lâmina deve ser empregue no sentido contrário ao do crescimento dos pêlos, evitando o movimento de vai-e-vem, pois irrita a pele.

A lâmina corta os pêlos somente pela metade, o que acaba dando força à parte que continua na pele. Desta forma, os pêlos voltam a crescer rapidamente, mais grossos e mais fortes num curto espaço de tempo.

Nunca se deve utilizar lâminas nas virilhas e deve evitar o seu uso nas axilas, porque são áreas muito sensíveis. Nestes casos, a cera é mais eficiente.

= depilação12

Cera:
Para a depilação com cera fria ou quente é preciso que os pêlos estejam longos, para se obter um melhor resultado.

É importante destacar, que a cera quente é mais vantajosa que a fria, já que ajuda na abertura dos poros e os pêlos são retirados mais facilmente, sendo também mais económica. No entanto este tipo de cera ajuda no aparecimento de derrames e varizes.

Para evitar que a pele fique demasiado seca, faça uso diário de hidratantes.

Limpe previamente a região a ser depilada com água e sabão.

Depois de feita a depilação, volte a limpar a área com um creme pós-depilatório ou creme protector específico para a situação (normalmente contêm desinfectante).

CERA FRIA
A depilação com cera fria é uma das mais fáceis e comuns, resultando numa alternativa caseira.

Existem receitas sofisticadas e até domésticas, cujo resultado dependerá especificamente das características da área a ser depilada assim como do volume e consistência do pêlo.

Possui a vantagem de arrancar o pêlo da raiz, deixando a pele lisa, o que garante um período de 20 a 30 dias sem a sua presença.

Para poder ser feita nova depilação, é necessário deixar crescer os pêlos, pelo menos, por algum tempo até adquirir tamanho suficiente para a remoção.

Existem vários tipos de cera: ceras específicas para pêlos mais finos como aqueles que encontramos nos braços e corpo; e para pêlos mais grossos como os da virilha, axilas e pernas.

Se tiver problemas de má circulação, varizes ou extrema sensibilidade capilar, não deve utilizar qualquer cera. Deverá sempre consultar um profissional especializado para poder obter melhores resultados e não afectar a sua saúde.

Para a depilação com cera fria, basta espalhar a cera na superfície de um plástico ou de papel celofane apropriado para isso. Existem também folhas já prontas com cera, para aplicação imediata.

Uma vez escolhida a área de depilação, desinfecte o local com um algodão embebido em álcool para evitar riscos de infecção.

É indispensável secar a área antes da depilação. Caso contrário, a cera não terá aderência e os pêlos não serão removidos. Por isso, evite passar óleos ou cremes hidratantes horas antes da depilação.

A seguir, coloque o papel ou pano com cera e puxe de uma só vez no sentido contrário ao do crescimento dos pêlos.

Poderá também optar por colocar a cera na área de depilação, espalhando com uma espátula ou com os dedos no sentido do crescimento dos pêlos, para depois aplicar o celofane preparado.

=depilacao4

CERA QUENTE
De igual forma que a cera fria, a depilação com cera quente retira os pêlos pela raiz, o que permite uma durabilidade de pelo menos 20 dias.

Para fazer em casa só tem que colocar numa panela cerca de um quilo de açúcar, água equivalente a uma chávena e o sumo de um limão. Ponha tudo isto ao lume e deixe ferver, mexendo sempre, até fazer ponto de rebuçado. Depois só tem que a deixar arrefecer, de modo a que possa ser por si utilizada, com a ajuda de uma espátula, sem provocar queimaduras. Convém ainda que disponha de bandas de papel para retirar a cera. Se não tiver nenhumas em casa, pode sempre adquiri-las em lojas especializadas.

Se a cera começar a ficar fria, não desespere! Aqueça-a em banho-maria e volte à aplicação.

Da próxima vez que lhe faltarem bandas depilatórias, não desespere! Use folhas normais de papel, cortadas ao meio. Estas, sendo mais rijas que as bandas depilatórias, permitem uma melhor aderência da cera, pelo que a depilação será mais bem sucedida. Experimente e aproveite também para fazer reciclagem de papel, usando folhas de rascunho. O ambiente agradece, e a sua beleza também!

Para poder ser feita a depilação, é necessário deixar os pêlos crescer, pelo menos, por algum tempo até adquirirem o tamanho suficiente para a remoção.

As ceras feitas em casa podem ser aplicadas com a mão, papel celofane ou folhas plásticas prontas para esse fim. Podem ser derretidas em banho-maria ou com aquecedores especiais para cera.

Este método também tem as suas especificações para cada parte do corpo, de acordo com a sensibilidade de cada área.

Cremes, Loções e Luvas Depilatórias:
De entre a grande variedade de produtos disponíveis no mercado, alguns podem retirar a humidade natural da pele, deixando-a áspera e seca. Por isso é muito importante fazer um teste alérgico antes de escolher qualquer produto ou marca. Desta forma, faça uma pequena aplicação do produto num lugar do corpo sem qualquer problema de comprometimento. Observe a reacção da pele após 15 minutos, e se não houver sinais de irritação ou alergia, pode ficar tranquila que não haverá problemas com a marca.

Estes produtos são aplicados com espátula sobre a área escolhida. Como alternativa poderá utilizar um pau de gelado ou algo similar.

Tenha em atenção às instruções de utilização e recomendações do fabricante, respeitando o tempo em que o produto deve ficar sobre a pele, pois estes produtos contêm substâncias muito alcalinas que podem causar irritações e reacções alérgicas.

Uma vez removido o creme com os pêlos, lave abundantemente a região com água corrente e desinfecte.

Posteriormente, se os pêlos começarem a encravar, opte por outro processo.

Este tipo de depilação, não interrompe o crescimento dos pêlos nem demora significativamente o seu crescimento, antes pelo contrário, faz com que apareçam mais fortes e duros.

Dependendo da grossura dos pêlos, o creme terá mais ou menos dificuldade em os remover, devendo permanecer por mais tempo em contacto com a pele , no caso de pêlos mais grossos, o que provoca uma maior irritação desta.

Este processo é mais eficiente em regiões de pêlos fracos e finos.

Electrólise:
A electrólise tem como objectivo destruir as células regenerativas com a introdução de uma agulha que descarrega um choque eléctrico.
Este método pode provocar manchas em peles sensíveis, razão pela qual deve-se procurar sempre um profissional.
Este método é muito doloroso e incómodo, sendo extremamente lento; mas resulta numa opção interessante para o nosso caso.

=depilacao45

Máquina Eléctrica:
Infelizmente, nos dias mais quentes do ano, em que a depilação tem necessariamente que estar sempre em dia, a depilação a cera revela-se uma má opção, dada a necessidade dos pêlos terem um tamanho aceitável para que esta depilação seja verdadeiramente eficaz. As máquinas depiladoras acabam por ser uma outra opção, mais viável, pelo facto de conseguir retirar os pêlos pela raiz, ao contrário da lâmina.

Este método utiliza aparelhos eléctricos que arrancam os pêlos pela raiz.

Os aparelhos mais modernos possuem um selector que permite ajustar a velocidade com que os discos rotativos puxam os pêlos.

Outros aparelhos aquecem a cera no seu interior, e permitem a aplicação directamente na pele em faixas. Neste caso devem ser seguidas as indicações aplicadas à cera quente.

Este tipo de método é prático para pernas e braços, mas não se recomenda para a barba ou regiões delicadas e sensíveis.

As vantagens das máquinas depiladoras são várias: não só permitem a remoção da maior parte dos pêlos pela raiz, como são eficazes com o pêlo ainda curto. Paralelamente, podem ser usados em praticamente todas as partes do corpo, isto é, não apenas nas pernas, mas também nas axilas e na zona das virilhas (embora aqui com bastante cuidado).

Durante a depilação, não pressione o aparelho muito forte contra a pele, mova-o lentamente.

As máquinas possuem mais do que uma velocidade. Utilize a velocidade mais baixa quando estiver a depilar regiões com menos pêlos, as zonas mais difíceis de se alcançar e as áreas onde o osso está mais exposto, como joelhos e tornozelos. Velocidades superiores devem ser usadas nas zonas mais extensas e com pêlos mais resistentes, por exemplo, nas pernas.

Estique a pele da região que está a ser depilada com a outra mão. Desta forma, os pêlos serão removidos mais facilmente.

Outra das vantagens deste método é a sua mobilidade: as máquinas podem ser usadas em casa, muitas delas têm baterias recarregáveis, pelo que não tem que estar a depilar-se com a máquina ligada à corrente.

Mas as máquinas depiladoras também têm as suas desvantagens. As máquinas depiladoras, no início de utilização, podem ser verdadeiramente dolorosas. Por outro lado, são um método propício ao surgimento de pêlos encravados.

Quando utiliza este tipo de máquinas é absolutamente imprescindível esfoliar semanalmente a pele uma a duas vezes

No dia da depilação, tenha o cuidado de não colocar antes sobre a pele qualquer creme hidratante, de modo a que os pêlos não estejam demasiado escorregadios, a ponto da máquina não os conseguir remover

Antes da depilação, lave bem a pele e enxugue-a correctamente.

Se é especialmente sensível à dor, experimente colocar sobre a pele que pretende depilar um pouco de gelo e, logo de seguida, após enxugar muito bem a pele, proceda à depilação

Se estiver a transpirar, e, por causa disso, não esteja a conseguir retirar os pêlos, coloque sobre a pele, antes da depilação, um pouco de pó talco

No final, faça incidir sobre a pele jactos de água fria, de modo a fechar os poros

No dia da depilação, bem como no dia a seguir, evite o uso de sabonete ou gel de banho, bem como o uso de escovas ou esponjas sobre a pele depilada

Pode também aplicar cremes específicos pós-depilatórios, que acalmam a pele e que ajudam a retardar o crescimento do pêlo.

= depilação 6

Descoloração dos pêlos:
A descoloração pode ser alcançada através de diferentes métodos – embora, neste âmbito, a escolha mais segura acabe por ser o recurso a produtos específicos para o efeito.

Cada produto funciona de forma distinta, pelo que é fundamental seguir as instruções de uso, que constam da embalagem.

Para evitar o tal “picar” da pele, nada como aplicar antes da descoloração óleo de amêndoas doces, de modo a proteger eficazmente a pele

Para quem tem a pele especialmente sensível, poderá experimentar a seguinte mistura caseira: juntar uma colher de sumo de limão com uma colher de óleo de bebé – aplicar a mistura durante a noite, podendo-se dobrar a dose, se a área a aplicar for grande.

= depilacao3

Pinça:
A utilização da pinça é adequada para a remoção de alguns pêlos que ficam após depilação com cera, e ainda para a remoção de pêlos para o contorno das sobrancelhas.

Laser:
Este método requer um especialista bem treinado e também custa muito caro.

O princípio é utilizar a propriedade que a melanina dos pêlos tem de captar a luz e utilizá-la para destruir, não só o pêlo, mas também o folículo que o produz.

Espera-se uma diminuição definitiva dos pêlos, mudanças favoráveis das suas características, tornando-se a pilosidade mais fina e mais clara e com menor índice de complicações como infecções e irritação da pele.

Com o tratamento de manutenção, pode ser obtida uma situação muito próxima da Depilação Definitiva.

= depilation

A melhor altura para fazer a depilação é logo a seguir a ter o período! Nesta altura, encontra-se bastante menos sensível. Por outro lado, esta é também a melhor altura de fazer as sobrancelhas, porque, em princípio, não terá a tendência de retirar pelos em excesso.

Comentários

Uma Resposta a “Depilação”
  1. admin diz:

    Algumas leitoras já nos perguntaram qual a melhor técnica de depilação a escolher pela primeira vez. A equipa Truques de Mulher aconselha a depilação a cera, pois enfraquece desde logo os pêlos.

    Boa sorte
    Truques de Mulher

Tem algum comentário acerca de “Depilação” ?

Tem que estar com a sessão iniciada para poder publicar um comentário.